Vantagens em se oferecer produtos veganos no seu estabelecimento

Com a crescente conscientização da população a respeito do uso e dos malefícios ambientais e sociais da carne, cada vez mais vem se tornando maior a quantidade de pessoas que se intitulam como vegetarianas, veganas, porém pouco são os estabelecimentos que conseguem abranger as necessidades desses públicos. Logo, englobar eles em seu estabelecimento alimentício pode ser um diferencial para alavancar suas vendas, uma vez que há ainda muito mercado à se explorar nesses setores.



Sobre os termos utilizados


Nesse meio, há diversos termos que podem confundir, por isso, estamos aqui para explicar eles e facilitar a vida de quem pretende investir nessa área.


Vegano: Estilo de vida que consiste em não consumir alimentos de origem animal e nem utilizar qualquer produto que, durante sua linha de produção, tenha qualquer relação com o uso de substâncias ou testagem em animais.


Ovolactovegetariano: Pessoas que, na dieta, não consomem carne, mas são flexíveis quanto ao consumo de leite, ovos e derivados, assim como lactovegetarianos ainda consomem derivados do leite, mas não ovos e ovovegetariano consome ainda ovos, mas não leite e derivados.


Vegetariano estrito: Aqueles que não consomem qualquer produto de origem animal na sua alimentação.


Por que ter produtos e opções veganas no meu estabelecimento?


Como foi possível ver acima, praticamente, tudo que um vegano consome também pode ser consumido por um vegetariano, mas não o inverso, devido às divisões do vegetarianismo. Logo, conseguir incluir produtos alimentícios sem qualquer relação com animais no seu estabelecimento alimentício acaba englobando um grupo muito grande de potenciais clientes.


Segundo uma pesquisa realizada pelo IBOPE em 2018, cerca de 14% da população Brasileira se considera vegetariana. Em porcentagem o número pode não parecer dos melhores, mas estamos falando de, cerca de 30 milhões de habitantes. Só para se ter uma noção, o país de Portugal tem 10 milhões de habitantes, ou seja, só de vegetarianos (sem contar os veganos), o Brasil tem 3 vezes mais população do que um país desenvolvido.


Conseguir inserir opções veganas no seu comércio pode ser uma opção extremamente viável para conseguir driblar a crise e ainda se mostrar como uma entidade preocupada com o meio ambiente, como pode ser visto neste link.


O veganismo é mais caro e inacessível?


Não. É só reparar em quantas opções de legumes, frutas e vegetais são possíveis de se obter com o mesmo preço que se pagaria no quilo de carne. O segredo do veganismo está na diversidade e qualidade dos alimentos em que você consegue oferecer aos seus consumidores e não em tentar procurar um superalimento que tenha todos os nutrientes possíveis (algo que nem a carne)


Algumas ideias para o seu estabelecimento.


Caso você seja proprietária de um restaurante, aqui vão algumas ideias para ajudar você a começar a planejar opções veganas no seu restaurante.


Segunda sem carne: uma excelente opção para se começar aos poucos seria, toda segunda feira, não oferecer carne no seu cardápio. Isso, logicamente, não necessariamente vai garantir que seu comércio ofereça opções veganas, uma vez que o ovo e o leite ainda podem estar presentes, mas é um excelente meio de começar a explorar esse mercado aos poucos.