Alimentos ultraprocessados

Se você tem dúvidas do que sāo alimentos ultraprocessados, do por que devemos reduzir o seu consumo e como identificá-los, o post de hoje será muito útil e informativo para você!



O que são?

São formulações industriais feitas inteiramente ou majoritariamente de substâncias extraídas de alimentos (óleos, gorduras, açúcar, amido, proteínas), derivadas de constituintes de alimentos (gordura hidrogenada, amido modificado) ou sintetizadas em laboratório com base em matérias orgânicas (corantes aromatizantes, realçadores de sabor, entre outros).


Alimentos ultraprocessados incluem vários tipos de guloseimas, bebidas adoçadas com açúcar ou adoçantes artificiais, embutidos, entre outros produtos.


Por que devemos reduzir o consumo deles?

Há muitas razões para se evitar o consumo desses alimentos, a principal razão está relacionada à sua composição nutricional. Devido a sua formulação, a maioria desses alimentos apresentam uma composição nutricional desbalanceada, sendo ricos em gorduras e/ou açúcares, além de apresentarem alto teor de sódio.


Outra razão, é que o consumo de alimentos ultraprocessados tendem a limitar/reduzir o consumo de alimentos in natura ou minimamente processados.


Como identificar esses alimentos?

Uma forma prática de distingui-los é consultar a lista de ingredientes que, por lei, deve estar presente nos rótulos. É comum que haja um número elevados de ingredientes com nomes pouco conhecidos pela população geral.



Não sabe como ler o rótulo dos alimentos? Leia o nosso post sobre como ler e entender a composição dos alimentos!


Como podemos ajudar? Entre em contato conosco!

Entre em contato: clique aqui

Mais sobre o serviço de Tabela Nutricional: clique aqui

Mais sobre a Nutrirp: clique aqui


Fonte: Guia alimentar para a população brasileira. 2ªedição, 2014.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo