Grau de processamento de alimentos

Os alimentos, até chegarem no consumidor, passam por diversos tipos de processos industriais. Esses procedimentos visam atingir os mais diversos objetivos nos alimentos, como aumentar o seu prazo de validade, intensificar o sabor, mudar a textura e até mesmo adicionar sabores inovadores.

Morangos em diferentes níveis de processamento. Primeiro morango in natura, depois processado como geleia e ultra processado como bala


O Guia Alimentar para a população brasileira


O guia é um renomado livro lançado pelo Ministério da Saúde do Brasil para orientar a população sobre uma alimentação mais saudável. Ele é uma das principais fontes de informação sobre os graus de processamento dos alimentos, que podem ser divididos em 4 grupos principais: In natura ou minimamente processados, alimentos processados, ultra processados e ingredientes.


In natura ou minimamente processados


Os alimentos in natura são aqueles retirados diretamente de sua fonte natural, seja ela animal ou vegetal. Por esses alimentos serem retirados diretamente da natureza, é comum que eles passem por processamentos mínimos para retirar impurezas, aumentar o tempo de prateleira e serem embalados para a distribuição.


Exemplos: Verduras, legumes e frutas que são picados ou fatiados e embalados para ir para o supermercado.


A ingestão deles é livre, não há restrições.


Alimentos processados


Os alimentos processados são aqueles que passaram por processos físico-químicos mínimos, como fermentação ou adição de açúcar, sal e gorduras. Normalmente o objetivo central desse processamento pode ser aumentar a qualidade da conservação do alimento, fazendo-o durar mais.

Por exemplo: Alimentos enlatados, em calda e etc.


Alguns outros alimentos só podem existir na condição de processado, como é o nosso clássico pão, que por mais que os processos sejam simples, o alimento não deixa de ter um.


A ingestão dos alimentos processados que são ricos em açúcares, conservantes, gordura e sódio é recomendada em porções não tão grandes. Para mais informações sobre como identificar quais são esses alimentos, veja aqui nosso post sobre como ler tabelas nutricionais.


Alimentos ultra processados


Essa categoria inclui todo tipo de alimento em que, para sua preparação, são necessárias várias etapas e processos industriais e muitos ingredientes encontrados apenas nas indústrias.


Além disso, essa comida tem enormes concentrações de açúcares e sódio e muitos outros ingredientes que não são usados em cozinhas tradicionais. Ou seja, aqui está inclusa toda a alimentação que não poderia ser feita se não fossem pelas grandes empresas.


Exemplo: Balas, salgadinhos, bolacha de pacote, sucos e gelatina em pó.


Sua ingestão não é muito recomendada, devendo se limitar a pequenas porções diariamente.


Ingredientes


São aqueles alimentos que, normalmente, são utilizados para ajudar no preparo culinário de outros alimentos. Porém, seu uso também deve ser controlado, pois dependendo do tempero, pode trazer prejuízos em grandes quantidades.


Exemplos: Óleos, gorduras, sal e açúcar.



Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Entre em contato: clique aqui

Mais sobre nossos serviços: clique aqui

Mais sobre a Nutrirp: clique aqui


Referências:

O guia alimentar da população Brasileira

Posts recentes

Ver tudo